Pesquisar neste blogue

terça-feira, 17 de maio de 2011

Maldito Karma - David Safier

SINOPSE: Este romance conta-nos as provações e atribulações de Kim Karlsen, uma personalidade de televisão cuja carreira obsessiva lhe traz graves repercussões cósmicas. Kim trai o marido, esquece a filha e maltrata colegas. Tudo parece valer a pena quando ganha o mais prestigiado prémio da televisão alemã, mas nessa mesma noite ela é esmagada por destroços de uma estação espacial russa...

OPINIÃO: Este foi o livro mais original que já li até aos dias de hoje.
Ainda há pouco tempo me perguntava porque é que não encontrava livros de comédia, livros que me fizessem rir mas no final me dessem um valente safanão de moralidade. Pois, cá está! Maldito Karma preenche os dois requisitos por mim pedidos.
Kim é um personagem simplesmente hilariante e na companhia do "signore" os momentos de bom humor não passam despercebidos.
Tudo começa quando Kim morre, sim, morre de uma maneira, digamos, ridícula. O facto de ela ter sido em vida uma pessoa egoísta, mesquinha e tremendamente egocêntrica leva-a a reencarnar numa formiga! Para voltar a ser um bípede ela tem de acumular bom carma e ascender, lentamente, à condição humana que é a única que a levará para o Nirvana.
O percurso de Kim é interessante(aprendi coisas sobre as formigas e outros animais que desconhecia completamente), é divertido (a personalidade de Kim não deixa ninguém indiferente) e deixou-me a pensar na quantidade de mau carma que acumulamos diariamente por pura distracção.
Também tem uma forte reflexão acerca do que é realmente importante para nós e de como o verdadeiro amor se manisfesta mais intensamente quando o perdemos.
Adorei este livro e aconselho vivamente a sua leitura.
Termino com uma advertência, cuidado com as formigas, não as matem porque podem ser pessoas reencarnadas. (LOL)

1 comentário:

  1. também o li recentemente e adorei! A minha opinião : http://otempoentreosmeuslivros.blogspot.com/2011/05/falar-serio-rir.html
    Boas leituras!

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue