Próximos

Andreia's to-read book montage

O Principezinho
O Despertar das Trevas
A Breve Segunda Vida de Bree Tanner
Paris, 1850
México, 1850 (O Crepúsculo dos Vampiros, #3)
A Praga
O Assassinato de Roger Ackroyd
O Beijo das Sombras
Sangue de Anjo
Damon, Almas Sombrias
Crescendo
Paranormalidade
Orgulho e Preconceito
Queimada
Senhores da Noite
Reunião Sangrenta
O Décimo Terceiro Poder
O Abismo
O Vampiro
Bruxa e Detetive


Andreia's favorite books »
}

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Celestial - Cynthia Hand

SINOPSE: Clara Gardner descobriu há pouco tempo que é uma sangue-de-anjo. Ter sangue de anjo a correr-lhe nas veias, faz com que fique mais inteligente, mais forte e mais rápida do que os humanos. Significa também, que tem um propósito. Uma razão para ter sido colocada na terra. No entanto, descobri-lo, não é fácil.


As suas visões de um enorme incêndio florestal e de um rapaz atraente que ela não reconhece, levam-na para uma nova escola, numa nova cidade. Quando conhece Christian, o rapaz dos seus sonhos (literalmente), tudo parece encaixar no lugar - e, ao mesmo tempo, fora do lugar. Afinal, existe Tucker, outro rapaz que apela ao lado menos angélico de Clara.

Ela deseja apenas encontrar o seu caminho num mundo que já não compreende. Mas encontra perigos invisíveis e escolhas que nunca pensou ter de fazer - entre a honestidade e o engano, o amor e o dever, o bem e o mal. Quando o incêndio da sua visão finalmente acontecer, estará Clara preparada para enfrentar o seu destino?
 
OPINIÃO: Os anjos entram na literatura fantástica com Cynthia Hand de uma forma viciante.
As personagens de "Celestial" são extremamente interessantes e sobretudo imprevisíveis. Quando comecei a ler esta obra nunca imaginei a volta que a história ia dar, o rumo de acontecimentos que ia tomar.
Tal como o prólogo diz, estamos diante de uma sangue-de-anjo e de dois rapazes, um é aquele que aparece nos sonhos e o outro é Tucker, "impossível de aturar".
Clara vê-se confrontada com um destino previamente traçado e a dor que isso pode acarretar. A falta de livre-arbítrio é um tema debatido nesta obra de uma forma sufocante; faz-nos pensar quem de facto tem mão sobre o nosso destino.
Os asas-negras estão explendidamente bem contruídos, adorei a concepção de tristeza intensa a eles atribuída e o poder que exercem sobre os humanos e demais criaturas.
A personalidade de Clara também é um ponto bastante positivo na obra. A protagonista tem uma persoanlidade forte e é deveras determinada. Apesar de o mundo já ter delineado como será o seu futuro, ela não deixa que o fado controle as suas acções. É lutadora e age por instinto do coração.
Gostei imenso. Suponho que terá continuação e cá o espero =)

2 comentários:

  1. Gostei imenso deste livro, uma das novidades SDE que é para seguir atentamente de perto :9

    ResponderEliminar
  2. Gostei deste livro. Só consegui de parar de ler quando cheguei a ultima pagina. Espero que haja ontinuação.

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue