Próximos

Andreia's to-read book montage

O Principezinho
O Despertar das Trevas
A Breve Segunda Vida de Bree Tanner
Paris, 1850
México, 1850 (O Crepúsculo dos Vampiros, #3)
A Praga
O Assassinato de Roger Ackroyd
O Beijo das Sombras
Sangue de Anjo
Damon, Almas Sombrias
Crescendo
Paranormalidade
Orgulho e Preconceito
Queimada
Senhores da Noite
Reunião Sangrenta
O Décimo Terceiro Poder
O Abismo
O Vampiro
Bruxa e Detetive


Andreia's favorite books »
}

Pesquisar neste blogue

sábado, 2 de abril de 2011

Criaturas Maravilhosas - Kami Garcia & Margaret Stohl

SINOPSE:
Lena Duchannes é diferente de qualquer pessoa que a pequena cidade sulista de Gatlin alguma vez conheceu. Ela luta para esconder o seu poder e uma maldição que assombra a família há gerações. Mas, mesmo entre os jardins demasiado crescidos, os pântanos lodosos e os cemitérios decrépitos do Sul esquecido, há um segredo que não pode ficar escondido para sempre. Ethan Wate, que conta os meses para poder fugir de Gatlin, é assombrado por sonhos de uma bela rapariga que ele nunca conheceu. Quando Lena se muda para a mais infame plantação da cidade, Ethan é inexplicavelmente atraído por ela e sente-se determinado a descobrir a misteriosa ligação que existe entre eles. Numa cidade onde nada acontece, um segredo poderá mudar tudo.

OPINIÃO: Este livro começou por ser um verdadeiro enigma. Custou-me imenso entender o fulcro da obra e qual a temática central. 
O ponto negativo reside aí, no excesso de informação repetida logo no adiamento da acção propriamente dita. A autora explora em demasia a relação de Ethan e Lena e as perguntas de Ethan repetem-se quase até ao final.
Os ponto positivos estão na história e na belíssima construcção do mistério que não deixa adivinhar o final. Estão também nas personagens interessantes da família de Lena e nas características que os tornam únicos. Saliento as personagens Macon e Riddley que considero as melhores entre o círculo que promove o enredo desta obra.
Macon tem um charme e uma seriedade que fascina. A personalidade desta personagem faz lembrar "Dumbledore" da saga Harry Potter e "Gandalf" do Senhor dos Anéis, porém, mais jovem mas com a mesma presença poderosa.
Riddley é uma personagem complexa que, inclinada para a maldade, explode sensualidade. Proporciona momentos em que o vínculo do cómico com o terror roçam suavemente. 
É um livro interessante mas deixa bastante a desejar no final. Tenho conhecimento que terá continuação mas sinceramente fiquei um pouco desiludida com a falta de momentos marcantes nesta fase da história que por norma teria nos levar a querer pegar no próximo.

3 comentários:

  1. Bem vinda de volta!
    Saudades destes posts!
    Estava para adquirir este livro, mas agora fiquei um bocado reticente.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Carla. Fico feliz que gostes de vir aqui ler o que eu escrevo =D
    A verdade é que ainda estou do outro lado do oceano mas não consigo ficar longe dos meus leitores e do nosso cantinho ;)

    ResponderEliminar
  3. Epa! tamem estava curiosa por saber desse livro. pela tua opiniao nao me parece ser grande coisa. E para mim , pelo menos, o livro tem que pegar desde o inicio senao eu fico em tedio e desisto hihih e vou para outra :P

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue