Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Hex Hall - Rachel Hawkins


4 de 5*
Sinopse:
Um bilhete só de ida para um colégio interno perdido nos pântanos do Louisiana era talvez a última coisa que Sophie Mercer esperava receber pelos seus dezasseis anos. Mas Sophie não é uma adolescente igual às outras. Sophie é uma feiticeira e, tal como os outros prodigium, feiticeiros, fadas, lobisomens e vampiros, Sophie não pode frequentar uma escola normal. O que Sophie esperava ainda menos era ser companheira de quarto de Jenna, a única vampira da escola, e ver-se enredada numa trama para descobrir quem anda a assassinar os alunos da escola ao mesmo tempo que tem que lidar com os seus novos poderes, a descoberta da importância do seu Pai na hierarquia dos feiticeiros e a sua paixão pelo namorado da sua mais recente inimiga. 

Opinião:

Hex Hall é um livro que apesar de em muitas das críticas que lhe são feitas ser apelidado de "não original", não tem até à data(que eu tenha visto) más críticas.

Adjectivam-no de divertido o que não posso deixar de concordar, pois as falas levam o autor a sorrir instintivamente pelo calibre sarcástico da personagem principal, Sophie. De leitura simples, tendo em conta que o li em três dias, também não posso discordar. Quanto ao único "defeito" que lhe atribuem, o facto de não ser original, tenho mesmo de discordar. É iremediavelmente visível a influência do Harry Potter nesta obra mas apenas no que toca à escola de magia e aos procedimentos que os professores adoptam para darem as suas aulas, contudo o enredo é diferente de qualquer um que já tenha lido.
Uma escola de correcção para hibridos fantásticos, meios "mosntros"(não filhos de deuses - Percy Jackson) mostrou ser uma ideia deveras entusiástica. Fui transportada para o seio desta história e só consegui libertar-me no virar da última página.
A relação amorosa não é como as que a literatura fantástica nos tem habituado, pois a relação Sophie & Archer é tudo menos simples e digamos, recíproca à primeira vista. Contudo, envolvente e ansiosa.
Aguardo a continuação da saga.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue