Pesquisar neste blogue

domingo, 19 de setembro de 2010

Vampiro Lestat - Anne Rice



SINOPSE:PARTE 1:
Lestat, personagem de Entrevista com o Vampiro, tem uma história para contar. O segundo volume da saga «Crónicas dos Vampiros» acompanha Lestat ao longo de várias eras, à medida que ele procura as suas origens e desvenda o segredo da sua obscura imortalidade.
Extravagante e apaixonado, Lestat mergulha nos lascivos lupanares de Paris do século XVIII, na Inglaterra dos druidas e na Nova Orleães finissecular. Após um sono profundo de cinquenta e cinco anos, Lestat está fascinado pelo mundo moderno. Quando quebra o código de honra dos vampiros, que lhes impõe o silêncio sobre a sua condição, Lestat revela-se na esperança de que os imortais se ergam e se unam para descobrirem o mistério da sua existência. E é então que Lestat, o caçador, se transforma numa presa.

PARTE 2:
Extravagante e apaixonado, Lestat mergulha nos lascivos lupanares de Paris do século XVIII, na Inglaterra dos druidas e na Nova Orleães finissecular. Após um sono profundo de cinquenta e cinco anos, Lestat está fascinado pelo mundo moderno. Quando quebra o código de honra dos vampiros, que lhes impõe o silêncio sobre a sua condição, Lestat revela-se na esperança de que os imortais se ergam e se unam para descobrirem o mistério da sua existência. E é então que Lestat, o caçador, se transforma numa presa.



OPINIÃO:
Este livro é um sabor especial para aqueles leitores que se deliciaram com a narrativa de Louis em "Entrevista com o vampiro".
Ao contrário do primeiro volume, este é narrado pelo implacável vampiro Lestat, mas o que pensamos que conhecemos dele através de Louis está longe de ser a verdade. Este vampiro narra a sua história na tantativa de mostrar ao mundo quem é ele na realidade. Para isso, ele encaminha-nos para o momento do seu "nascimento" e relata as suas aventuras e os conhecimentos que travou até ao dia "presente".
É uma história empolgante com muito sangue e sentimentos à mistura, não fosse este o vampiro-metade da sua criadora e mãe dos vampiros"Anne Rice".
A escrita é dificil muito descritiva e pormenorizada no que toca ao que vai na alma das personagens. Pode tornar-se cansativa pelo modo que está exposta(não tem capítulos) mas concerteza quem começa a ler não quererá parar.

Nota:Os meus livros são de uma edição anterior, por isso não estranhem se não encontrarem cópias com estas capas.

2 comentários:

  1. Estou a comerçar a ler o primeiro e estou a AMAR!!!

    ResponderEliminar
  2. Ninguém escreve sobre vampiros como a Anne Rice=)
    Depois quero ver a tua opinião*

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue