Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Rubi - Kerstin Gier

SINOPSE: Pertencer a uma família cheia de segredos não é fácil, ou pelo menos é o que pensa Gwendolyn Sheperd, de 16 anos. Até que um dia se vê em Londres do final do século passado e se apercebe de que ela própria é o maior segredo da família. Do que Gwendolyn não se apercebera é que apaixonar-se quando se está presa num tempo diferente não é nada boa ideia. Tudo se pode complicar...

OPINIÃO: O bichinho das viagens no tempo já batia muito cedo no meu ser. Desde tenra idade que sonho em conhecer o passado e ver com os meus próprios olhos maravilhas das idades vitorianas e até medievais. "Rubi" só veio despertar essas fantasias juvenis.
É um livro bastante acessível, bastante fácil de ler até. Os diálogos são fluídos e as descrições do Gwen nada aborrecidas, por vezes até roçam o cómico.
O outro dom de Gwen (que não vou dizer qual é, vou deixar-vos descobrir por vós mesmos) é uma mais valia para a protagonista. Adoro quando se retratam esses temas, ainda mais se misturado com viagens no tempo, a personagem é fenomenal!

Só tive imensa pena de o livro terminar da forma como terminou, é como se nada se tivesse desenvolvido o suficiente para me deixar satisfeita com o enredo. Soube imenso a pouco. Agora só me resta aguardar o seguimento porque quero mesmo ver onde vai dar aquele segredo transmitido mesmo no final eheheh - bastante imprevísivel, já agora.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue