Pesquisar neste blogue

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Onze Minutos - Paulo Coelho

 SINOPSE: "Era uma vez uma prostituta chamada Maria..."
É assim como um conto de fadas para adultos, que começa este novo romance de Paulo Coelho.
É uma abordagem franca e uma profunda sensibilidade que o autor de O Alquimista conta esta história sobre os mistérios do amor e o poder da sexualidade.
Maria, uma mulher oriunda de uma pequena cidade do Brasil, descobre rapidamente o poder que a sua beleza exerce sobre os homens. Desiludida com o amor romântico e desencantada com a paixão, é levada a trabalhar numa boîte na Suiça, onde aprende a viver do sexo e a utiliza-lo para satisfazer os outros. Mas à medida que se vai aperfeiçoando e criando o distanciamento necessário entre si e o seu corpo, sente cada vez mais que está a deixar morrer uma parte importante de si.
A história de Maria é a história de uma mulher que ousa transgredir e desafiar a estrutura de uma vida banal para descobrir o poder redentor da paixão. O erotismo e a sensibilidade de Onze Minutos constituem uma reflexão profunda sobre a história e a natureza da sexualidade e o papel que desempenha na busca do sagrado.

OPINIÃO: Quem diria que a história de uma prostituta podia ser tão tocante...
Nesta obra Paulo Coelho apresenta-nos a um caso que tanto se debate no quotidiano. Uma jovem brasileira, aliciada por um suposto agente, abandona o seu país, a sua família na esperança de ser famosa. Ao chegar ao destino vê-se numa teia de mentiras que nada pode fazer para fugir.
Entre as relações que é obrigada a ter, conhece um homem, um pintor que muda a sua visão acerca dos homens. Com um toque delicado, o pintor apresenta-lhe o amor, sentimento que se esquecera.
O título também é alusivo ao conteúdo da história mas deixo nas vossas mãos a descoberta da ligação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue