Pesquisar neste blogue

domingo, 19 de dezembro de 2010

Evernight - Claudia Gray


SINOPSE: A Bianca quer fugir.

Foi arrancada à sua pequena terra natal e inscrita na Academia Evernight, um sinistro colégio interno gótico onde os estudantes são estranhamente demasiado perfeitos: inteligentes, requintados e quase predadores. Bianca sabe que este mundo não é o seu. 
Depois, conhece o Lucas. Tal como ela, não se enquadra em Evernight, e gosta que assim seja. Lucas ignora as regras, faz frente aos snobes e diz a Bianca que tem de ter cuidado - mesmo quando se trata de gostar dele. Mas a ligação que une a Bianca e o Lucas não pode ser negada. Ela correrá qualquer risco para estar com o Lucas, mas segredos obscuros estão destinados a separá-los… e a levar a Bianca a questionar tudo aquilo em que sempre acreditou.

Excerto

«A Raquel inclinou-se para mim e sussurrou: – Nunca te parece que há qualquer coisa nesta escola que é… cruel? – A sua voz tremeu. 

– Acreditas no mal absoluto? 
Nunca me tinham feito aquela pergunta, mas eu sabia a resposta: 
– Sim. Acredito.»


OPINIÃO: Quando peguei em "Evernight" apenas sabia que se tratava de um romance fantástico, urbano.

Ao longo dos primeiros capítulos a curiosidade aguçava-se ainda mais porque continuava a não saber qual era o âmago da história. 
O carinho pelas personagens crescia, o mal habitava na escola, sem dúvida, mas a origem continuava desconhecida.
A certa altura, de um capítulo para o outro, senti-me numa narrativa distinta, uma obra de mestria devo dizer, pois a personagem principal adopta outra forma de ver o seu mundo que até então estava remetido ao mistério.
Uma reviravolta interessante que incentiva a leitura, isto porque parece que a acabamos de iniciar.
Quando tudo parece estar a entrar num estado monocórdico, a autora entreaga-nos à intriga final de forma quase imperceptível, e aí, bem, não há forma de parar até conhecer o derradeiro desfecho.
A escrita de Claudia Gray é simples e concisa o que torna a leitura de "Evernight" fácil e acessível a qualquer idade. "Evernight" é o início de uma saga que aguardarei com ânsia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue